Leopoldo López propõe retomar ofensiva contra Nicolás Maduro em 2017

O opositor venezuelano Leopoldo López, preso há quase três anos, propôs neste sábado um “roteiro” para retomar em 2017 a ofensiva contra o presidente Nicolás Maduro no Parlamento, de maioria opositora.p>”A Assembleia deve decidir sobre a responsabilidade política de Nicolás Maduro e o abandono de seus deveres constitucionais”, escreveu López em uma carta divulgada em suas redes sociais, ao culpar o presidente pela severa crise política e econômica que o país sofre.p>A exigência de López coincide com a de outro emblemático opositor preso, o prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, que também pediu em uma carta, neste sábado, que o Parlamento retome a ofensiva contra o mandatário, cujo período de governo termina em janeiro de 2019.p>”A Assembleia deve decidir sobre o abandono do cargo por parte de Maduro, enquanto invoca a aplicação da Carta Democrática Interamericana” da Organização dos Estados Americanos (OEA), acrescentou.

Powered by WPeMatico

Esta entrada foi publicada em Noticias nacionais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.