Entidades denunciam para CIDH efeitos de nova lei migratória na Argentina

Diversas entidades da sociedade civil denunciaram nesta segunda-feira à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) que a nova legislação migratória adotada na Argentina fomenta a xenofobia, a intolerância e o “racismo institucional”.p>Entidades ligadas a coletivos de imigrantes no país afirmaram que a nova lei, em vigência desde janeiro deste ano, é uma tentativa de estabelecer uma relação entre o fenômeno migratório e o aumento dos casos de violência urbana.p>”Nos usam para resolver o problema da insegurança. Somos 4,5% da população do país; é ofensivo e humilhante que nos atribuam a responsabilidade pela criminalidade”, disse Marta Guerreño, da União de Coletivos de Imigrantes de Córdoba (UCIC).

Powered by WPeMatico

Esta entrada foi publicada em Noticias nacionais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.