Bradesco se diz surpreso com pedido de indiciamento da PF na Operação Zelotes

São Paulo, 31 – O Bradesco informou, em comunicado ao mercado, que recebeu com surpresa a notícia do pedido de indiciamento de executivos do banco, incluindo o presidente Luiz Carlos Trabuco Cappi, por parte da Polícia Federal no âmbito da Operação Zelotes. “O indiciamento toma de surpresa a administração do Bradesco, considerando que os dois diretores foram ouvidos apenas como testemunhas e o presidente da companhia nem sequer foi ouvido e tampouco participou de qualquer reunião com representantes do escritório de assessoria tributária”, destaca a instituição, no documento.Conforme o banco, relatório da Polícia Federal indica que membros da diretoria do banco mantiveram contato com pessoas investigadas por crimes de corrupção ativa. O Bradesco esclarece que dois diretores da instituição prestaram depoimentos à Polícia Federal, em São Paulo, e esclareceram que foram procurados por escritório de assessoria tributária que se ofereceu para advogar uma questão fiscal junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Powered by WPeMatico

Esta entrada foi publicada em Noticias nacionais. Adicione o link permanente aos seus favoritos.